domingo, 25 de abril de 2010

Identificação de Configuração

A Identificação de Configuração convém iniciar com a escolha da estrutura do produto e escolha dos itens de configuração que serão utilizados, criados ou usados para todas as tarefas ou fases do ciclo de vida do produto. A identificação deve refletir a estrutura do produto envolvendo a identificação da estrutura e os tipos de componentes, tornando-os únicos e acessíveis, atribuindo a cada um dos componentes um nome, uma identificação de versão e uma identificação de configuração.

Os itens de configuração devem obedecer aos critérios descritos no plano de gestão de configuração. É parte do gerenciamento de configuração garantir que serão selecionados estes itens de configuração para um sistema e registrados suas características físicas e funcionais na documentação técnica. 

A norma orienta que convém considerar os seguinte critérios:

Requisitos estatuários e regulamentares;
Criticidade em termos de riscos e segurança;
Tecnologia, projeto ou desenvolvimento novo ou modificado;
Interfaces com outros itens de configuração;
Condições de aquisição;
Suporte e serviços.

A próxima etapa para a identificação de configuração é a informação de configuração de produto, este deve incluir informações do produto e informações operacionais. Contendo requisitos, especificações, programas utilizados, modelos, documentos e qualquer tipo de material ou produto que seja utilizado para o desenvolvimento do projeto.

Os itens de configuração devem ser guardados em local seguro, enumerados de forma única e sequencial, para garantir o controle e a rastreabilidade de todos os artefatos. 

Sendo qualquer artefato criado como parte da definição, manutenção ou uso de um processo, o interessante para os itens de configuração selecionados é a ajuda da otimização da capacidade de controlar e analisar o produto em todo seu ciclo de desenvolvimento. 

O sistema de armazenamento deve permitir a rápida localização de uma determinada versão em qualquer estado e tempo dentro do ciclo de vida do produto.

Na última parte da identificação de configuração é a configuração básica, esta é a informação de produto aprovado e representa a definição do produto. Esta configuração básica integrará o produto para definir as atividades que se seguem e irá servir como entrada para estas, as configurações básicas e suas possíveis alterações aprovadas formaram a configuração básica atual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário