sábado, 4 de setembro de 2010

Auditoria de Configuração

Esta atividade tem por objetivo assegurar se o produto esta de acordo com os requisitos pré-estabelecidos e que correspondam as informações de configuração de produto. As auditorias devem ser conduzidas de acordo com processos bem definidos e documentados, estes processos possuem vários papéis e responsabilidades de auditores. Deve ser planejada cuidadosamente a auditoria.

A norma recomenda dois tipos de avaliação que podem ser feitas: a funcional e a física. A avaliação funcional compreende de um exame formal que vai verificar se um item de configuração possui o desempenho especificado e atende as características funcionais no item de configuração do produto que foi implementado como documentado e acordado. A avaliação física corresponde em verificar se o item de configuração possui as características físicas especificadas e deve ser realizada no fim de cada fase do ciclo de vida do produto.

4 comentários:

  1. vc conhece alguma ferramenta para a auditoria da configuração

    ResponderExcluir
  2. Caro Anônimo, existem no mercado muitas ferramentas que auxiliam na gerência de configuração, e boa parte delas fornecem mecanismos para auditoria como relatórios de diversos tipos.

    Onde nós implementamos Subversion com TRAC, como ferramenta de controle de versão e motificação respectivamente, utilizamos o portal do projeto de software "TRAC", para gerar relatórios conforme a necessidade da chefia.

    Por isso é importante que você pense primeiro qual será a ferramenta que vai ser utilizada para cuidar do controle de versão das aplicações, após analise se a ferramenta já dispõe de relatórios, caso não, integre ela a outras, é assim que fizemos.

    ResponderExcluir
  3. Caro, de onde vem a afirmação "Esta atividade tem por objetivo assegurar se o produto esta de acordo com os requisitos pré-estabelecidos e que correspondam as informações de configuração de produto."? Autoria sua ou retirou de algum livro?
    Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
  4. Caro leitor anônimo, esse entendimento foi obtido do entendimento da leitura da seguinte referência bibliográfica:

    ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Tecnologia da Informação – processos de ciclo de vida de software, NBR ISO 10007. Rio de Janeiro, 2005.

    ResponderExcluir